Tratamento de dores

Dor é uma experiência sensorial ou emocional desagradável que ocorre em diferentes graus de intensidade, do desconforto leve à agonia, podendo resultar da estimulação do nervo em decorrência de lesão, doença ou distúrbio emocional. A verdade é que ninguém gosta de sentir dor. Manter um corpo saudável, com atividade física regular, alimentação adequada, peso corporal dentro do limite saudável, uma boa postura e uma boa noite de sono, seriam com certeza uma forma para prevenir todas as dores, mas depois que elas já existem, a melhor solução é achar o tratamento mais adequado para o caso, por meio de uma avaliação que direcione para a causa da dor, impedindo suas recidivas.

Sintomas: queimação, latejar, beliscar, fisgar, dormência, formigamento, peso, agulhada.

Principais doenças: tendinites, tendinite calcaria, bursites, síndrome do impacto, ombro doloroso, ombro congelado, discinese escapular, instabilidade de ombro, epicondilite lateral, epicondilite medial, bursite olecraniana, luxação de cotovelo, instabilidade de joelho, lesão de menisco, condromalacia patelar, artrose, entorse de tornozelo, disfunção de ATM, fibromialgia, cefaleia cervicogênica (dor de cabeça), estrabismo.

Avaliação

Muitas vezes as dores não estão localizadas em um único lugar, além disso, elas podem ser recorrentes. É importante achar causa da dor, pois nosso sistema corporal é complexo, todas as partes se comunicam de alguma forma. Portanto, todos esses sistemas devem ser avaliados. Isso justifica a importância de uma avaliação criteriosa, para dentre tantas possibilidades, achar a verdadeira causa da dor.

Tratamento

Os tratamentos são realizados de forma individual, cada sessão tem duração de uma hora, podem ser utilizadas uma ou mais técnicas para cada caso, onde traçamos uma conduta mediante a avaliação. As quantidades de sessões não podem ser estipuladas anteriormente, pois cada pessoa tem uma resposta ao tratamento em um tempo diferente, podendo ter alta em 3 ou 15 sessões, por exemplo.

Técnicas

Para reabilitação musculoesquelética utilizamos: RPG/RPM, osteopatia, terapia manual, cinesioterapia, eletroterapia, Pilates, kinesio taping, estabilização segmentar. Depois de uma avaliação direcionamos qual a técnica ou técnicas são mais adequadas para seu tratamento. Conheça um pouco sobre:

  • RPG/RPM: relacionamos o RPG/RPM normalmente apenas para correções posturais, de fato RPG/RPM trabalha o eixo biomecânico do corpo (postura fisiológica) e consequentemente seu alinhamento, mas é um engano pensar que a postura alinhada não está relacionada com dores, como por exemplo, uma tendinite. Na verdade, essa alteração musculoesquelética ou orgânico-visceral pode levar um distúrbio da tonicidade muscular gerando diversas dores, até mesmo uma tendinite, entre tantas outras. Não podemos esquecer que nossa coluna sustenta todo nosso corpo e se essa estrutura, por algum motivo, está fora de seus padrões adequados (fora do seu alinhamento), vai gerar compensações no corpo todo, surgindo as dores e outras doenças. Reeducação Postural Global pelo Reequilíbrio Postural e Muscular é um método de avaliação e tratamento morfofuncional de reequilibração músculo-esquelética que também leva em conta os aspectos psicocomportamentais e orgânicos-viscerais, uma abordagem completa do paciente, onde baseia-se em cadeias musculares, pois, nossos músculos são interligados em cadeias que interferem umas nas outras.
  • OSTEOPATIA: é um método diagnóstico e terapêutico manual das disfunções de mobilidade articular e tecidual em geral, o foco do tratamento osteopatico é detectar e tratar as chamadas disfunções somáticas que correspondem à diminuição de mobilidade tridimensional de qualquer tecido conjuntivo, caracterizadas pelas hipomobilidades, levando a episódios de dor. Com forte ênfase na interrelação dos nervos, músculos, ossos e órgãos do corpo, tendo o objetivo principal de normalizar e equilibrar as funções músculo-esqueléticas e viscerais, contribuindo, desta forma, para a eliminação do quadro de dor e diminuição da progressão da doença. Tratando a causa inicial dos sintomas de dor e das doenças.
  • CINESIOTERAPIA: "o tratamento das doenças através do movimento”, reabilitando sistemas neuromusculoesqueléticos por meio de exercícios ativos ou passivos, restaurando e a mantendo a resistência ou força muscular, além da melhora da mobilidade articular, flexibilidade muscular e coordenação, onde serão prescritos exercícios de acordo com o objetivo do tratamento.
  • PILATES: o método Pilates surgiu durante a 1ª Guerra Mundial, para reabilitar os lesionados. Recentemente, o método passou a ser usado por profissionais de saúde, com o objetivo de integrar corpo e mente, pois proporciona melhora do condicionamento físico, flexibilidade, força, equilíbrio e a consciência corporal. Nove são os princípios básicos pelos quais o Pilates é executado, são eles: concentração, controle, centragem, respiração diafragmática, leveza, precisão, força e relaxamento; sendo que os exercícios são adaptados às condições do paciente, e o aumento da dificuldade respeita as características e habilidades individuais. Diversos estudos foram realizados para comprovar a eficiência do método como uma ferramenta de reabilitação e hoje já está mundialmente difundida, por se tratar de uma técnica completa, baseada em muitos princípios que são alicerçados com a anatomia, biomecânica, cinesioterapia capazes de reabilitar articulações, músculos, fáscias, recuperando movimento, força, estabilidade articular, reduzindo a dor e processo inflamatório. Pode ser realizado para tendinites, bursites, fascites, lesões musculares, artrose, artrite, desvios posturais, gestantes, idosos, cervicalgias e lombalgias.
  • KINESIO TAPING: a KT é uma ferramenta terapêutica criada no Japão, em 1970, por Kenzo Kase, e consiste em uma fita elástica e adesiva desenvolvida para imitar a maleabilidade da pele humana. Suas principais indicações são: diminuição da dor, melhora da circulação linfática, suporte para músculos enfraquecidos e correção de desalinhamentos articulares. Além destas, a KT também aumenta a estimulação de mecanoceptores, diminuindo a pressão da pele sobre o tecido miofascial e, consequentemente, alterando o fluxo sanguíneo, facilitando, assim, a resolução do processo inflamatório.
  • ELETROTERAPIA: a eletrotermofototerapia engloba um conjunto de recursos derivados da corrente elétrica em suas diferentes formas, com objetivos de recuperar a capacidade funcional e morfológica de múltiplos tecidos, com objetivo de diminuir a inflamação e alívio de dor, facilitando a realização dos exercícios durante os programas de reabilitação. A eletroterapia não substitui exercícios terapêuticos de reabilitação, apenas auxilia em alguns casos para que o paciente suporte realizar o tratamento indicado.

Depoimentos

Minha doula, Karen, que me mostrou que muitos “nãos” podem ser convertidos em um único “sim”. Aquele que terá valor para o resto de sua vida, como a fênix faz a mulher renascer das cinzas, que faz adormecer a mulher fragilizada, para dar espaço a mulher dona de si, do seu destino e mãe. E que fez tudo para que isso acontecesse de uma forma serena, cheia de luz e paz. Para você, querida, que foi meu porto seguro, que fez tudo e que viveu minha perda e tornou isso a maior conquista e descoberta da minha vida: Todo amor que houver nessa vida.

Marilene Pereira

A drenagem linfática sempre me ajudou desde antes da gestação, mas principalmente durante ela, quando os inchaços são mais constantes. Além disso, contar com uma profissional bem atualizada me deixa bastante tranquila em relação ao parto (Karen será minha doula), sem contar todo o acolhimento recebido.

Juliana Ferraz

Conheci a Pamela este ano e recebi um enorme benefício para meu corpo e minha saúde. Sua conduta é profissional de grande qualidade, dedicação e seriedade, sempre preocupada em estudar a saúde de cada paciente em particular. Indico sempre seu trabalho!

Liliana

Bem , conhecer a Karen foi um prazer para mim , Gio e nosso filho Pedro . Iniciamos o preparo perineal com ela no terceiro trimestre de gestação com uma consulta atenciosa e profissional na clinica Healize. Tive uma dedicação da Karen desde o primeiro contato, e eu mesmo sendo médica precisei de muitas informações para meu desempenho no parto. Mesmo com o preparo que nosso corpo nos dá para o parto , a massagem perineal e o uso do EPi nos deixaram seguras frente ao trabalho de parto. O Pedro nasceu de 39 semanas e 3 dias de parto normal sem ipisiotomia sem nenhuma laceração em meu períneo , isso nos deixou muito gratas com o atendimento recebido na Healize.

Carolina Cresciulo

Tenho 68 anos e há 2 anos atrás não estava bem, com o corpo todo enrijecido, fortes dores me impossibilitando de andar ou subir degraus, foi quando decidi experimentar o Pilates, foi a minha cura. Gostaria de dizer que o Pilates tem que ser muito bem orientado e bem acompanhado, o que encontrei na Healize, com uma profissional séria, competente e que está sempre se atualizando com cursos e estudos.

Aidir Maria