BLOG

O que é Osteopatia e quais são os benefícios para bebês

Provavelmente você já ouviu falar de osteopatia, mas sabe quais são os benefícios dela para a saúde? E mais especificamente aos bebês? A Osteopatia é um sistema autônomo de cuidados de saúde que se baseia no diagnóstico diferencial e no tratamento de várias disfunções, além da prevenção da saúde, sem o auxílio de medicamentos ou […]

3 de novembro de 2016
bebe-02-copiap

Provavelmente você já ouviu falar de osteopatia, mas sabe quais são os benefícios dela para a saúde? E mais especificamente aos bebês?

A Osteopatia é um sistema autônomo de cuidados de saúde que se baseia no diagnóstico diferencial e no tratamento de várias disfunções, além da prevenção da saúde, sem o auxílio de medicamentos ou cirurgia. A Osteopatia, ao invés do sistema convencional que é centrado na doença, enfatiza a sua ação centrada no paciente e utiliza várias técnicas terapêuticas manuais entre elas a da manipulação do sistema musculoesquelético, ou seja, ossos, músculos e articulações.

A Osteopatia é considerada uma das disciplinas da medicina alternativa ou terapêutica não convencional, pois seus princípios filosóficos são diferentes dos da medicina convencional e os tratamentos são destinados a dores nas costas, pescoço e demais articulações.

Pensando nos bebês, existe a Osteopatia Pediátrica, que pode ser utilizada no tratamento e na prevenção de diversos casos desde os primeiros momentos após o nascimento, capazes de aumentar a qualidade de vida da criança.
Independentemente do profissional osteopata, as técnicas realizadas com as mãos são suaves e, na maioria dos casos, fazem com que o bebê relaxe ao ponto de dormir após a sessão.

bebe-02-copiamA Osteopatia em bebês vem se mostrado muito benéfica para os seguintes tratamentos:
– cólicas e constipações
– refluxo gastroesofágico
– torcicolo congênito
– otites
– dificuldades de sucção e amamentação
– assimetrias cranianas
– alterações no sono

Existem alguns sintomas pós-parto que os pais e pediatras devem acompanhar e que indicam que o bebê é um candidato a passar pela avaliação minuciosa de um osteopata:
– Irritabilidade e choro em excesso;
– Sono perturbado e/ou insônia;
– Dificuldade de sucção no momento da amamentação;
– Muita cólica;
– Refluxo constante;
– Flatulência além do comum, entre outros indícios.

A avaliação osteopática deve ser completa: examinando a respiração, os reflexos e os movimentos do bebê, verificando assim as disfunções nos tecidos e na mobilidade.

A Osteopatia, inclusive, pode ser aplicada ainda quando o bebê está no ventre da mãe, diminuindo possíveis dores e fazendo com que ele se sinta mais confortável antes de, finalmente, nascer.

Se interessa por este assunto? Já passou por um tratamento de osteopatia e deseja compartilhar conosco? Envie um comentário!

Depoimentos

Minha doula, Karen, que me mostrou que muitos “nãos” podem ser convertidos em um único “sim”. Aquele que terá valor para o resto de sua vida, como a fênix faz a mulher renascer das cinzas, que faz adormecer a mulher fragilizada, para dar espaço a mulher dona de si, do seu destino e mãe. E que fez tudo para que isso acontecesse de uma forma serena, cheia de luz e paz. Para você, querida, que foi meu porto seguro, que fez tudo e que viveu minha perda e tornou isso a maior conquista e descoberta da minha vida: Todo amor que houver nessa vida.

Marilene Pereira

A drenagem linfática sempre me ajudou desde antes da gestação, mas principalmente durante ela, quando os inchaços são mais constantes. Além disso, contar com uma profissional bem atualizada me deixa bastante tranquila em relação ao parto (Karen será minha doula), sem contar todo o acolhimento recebido.

Juliana Ferraz

Conheci a Pamela este ano e recebi um enorme benefício para meu corpo e minha saúde. Sua conduta é profissional de grande qualidade, dedicação e seriedade, sempre preocupada em estudar a saúde de cada paciente em particular. Indico sempre seu trabalho!

Liliana

Bem , conhecer a Karen foi um prazer para mim , Gio e nosso filho Pedro . Iniciamos o preparo perineal com ela no terceiro trimestre de gestação com uma consulta atenciosa e profissional na clinica Healize. Tive uma dedicação da Karen desde o primeiro contato, e eu mesmo sendo médica precisei de muitas informações para meu desempenho no parto. Mesmo com o preparo que nosso corpo nos dá para o parto , a massagem perineal e o uso do EPi nos deixaram seguras frente ao trabalho de parto. O Pedro nasceu de 39 semanas e 3 dias de parto normal sem ipisiotomia sem nenhuma laceração em meu períneo , isso nos deixou muito gratas com o atendimento recebido na Healize.

Carolina Cresciulo

Tenho 68 anos e há 2 anos atrás não estava bem, com o corpo todo enrijecido, fortes dores me impossibilitando de andar ou subir degraus, foi quando decidi experimentar o Pilates, foi a minha cura. Gostaria de dizer que o Pilates tem que ser muito bem orientado e bem acompanhado, o que encontrei na Healize, com uma profissional séria, competente e que está sempre se atualizando com cursos e estudos.

Aidir Maria